Banco Mundial e ProRural discutem aspectos estratégicos do PRS

Em reunião na manhã desta terça-feira (24), diretores e gerentes do ProRural e representantes do Banco Mundial se reuniram com empresas contratadas para a análise e execução de projetos financiados pelo Governo de Pernambuco através do órgão. A ideia foi apresentar para o Bird os resultados das informações geradas pelo Consórcio Synergia, que acompanha a execução dos sobprojetos do Pernambuco Rural Sustentável (PRS) em campo e a apresentação da TPF, entidade que elabora projetos de referência para inclusão produtiva.

Na oportunidade, técnicos do Bird e gestores do ProRural trocaram informações e sugestões sobre encaminhamentos e planejamentos necessários para os próximos passos. As missões do Banco Mundial no ProRural acontecem semestralmente e têm o objetivo de acompanhar, analisar e sugerir soluções e melhorias para os projetos que atendem os agricultores familiares pernambucanos.

Tarde de trabalhos setorizados

 Durante a tarde foram formados grupos de trabalhos setorizados para analisar, separadamente, aspectos importantes do Projeto como meio ambiente, salva-guardas sociais, infraestrutura, planos de negócios e Assistência Técnica, entre outros. Cada grupo reuniu especialistas do Banco Mundial e técnicos, analistas e consultores do ProRural que, juntos, discutem os projetos de cada área específica e encontram caminhos para melhor atender o agricultor beneficiário, e gerar soluções para eventuais gargalos na execução dos trabalhos.

Equipe de salva-guardas sociais tratam dos projetos para indígenas, quilombolas, mulheres, jovens e assentados.

Engenheiros discutem sugestões para melhorias nos projetos de abastecimento e saneamento rural.

Área econômica trabalha aspectos da produção e planos de negócios.

Especialistas em Meio Ambiente verificam as salva-guardas ambientais e legais para licenciamento de projetos.