Mais de 10 mil novas cisternas serão construídas pelo ProRural

O ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, anunciou na manhã desta terça-feira (26), a liberação de aproximadamente R$6 milhões para construção de mais 10.500 cisternas de placa de 16 mil litros de água para consumo humano, chamada de primeira água. Os reservatórios, construídos em convênio com Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (SARA), através do ProRural, serão entregues aos beneficiários até o final de dezembro.

Com a nova liberação, o Governo de Pernambuco em parceria com o MDS, somará um investimento de R$ 72.183.690,99, totalizando 24.939 reservatórios construídos no estado. De 2015 até o final de 2017, um total de 55 municípios localizados nos Sertões de Itaparica, Moxotó e Pajeú, no Agreste Central, Setentrional e Meridional, além de cidades da Mata Norte e Sul já receberam cisternas e demais ganhos sociais da chegada dos reservatórios.

Além da verba liberada hoje, o ProRural irá investir ainda aproximadamente R$ 24 milhões, o que somará um total de R$ 102.346.337,60, e atingirá meta programada de 35.360 cisternas construídas e entregues em todo território. Com o montante, quase todo o território rural pernambucano com dificuldades no abastecimento de recursos hídricos já terão acesso à água universalizado.

Segundo o ministro Alberto Beltrame, a agricultura familiar é responsável por 70 por cento do alimento saudável que chega à mesa dos consumidores e fazer com que essas famílias tenham acesso à água e as condições necessárias para a produção é de grande importância. “O investimento na agricultura familiar é de extrema relevância  para manter a produção rural e sobretudo manter o homem no campo”.

Para o diretor geral do ProRural, Fábio Fiorenzano, o Programa Cisternas deve ser tratado sempre com prioridade e eficiência, pois se trata de dar qualidade de vida para pessoas que precisam do recurso mais básico para a sobrevivência que é a água. “Fazer o repasse desse dinheiro para as entidades que executam as obras de construção das cisternas significa atender ainda mais pessoas que convivem com as dificuldades do semiárido”, explica.

No evento, que aconteceu no pátio do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), também foram entregues simbolicamente 15.500 cisternas tipo calçadão, para acúmulo de água para a produção, 8.233 forrageiras e 7.267 roçadeias. O evento contou também com a presença do ministro da segurança pública, Raul Jungmann e do Secretário de Agricultura do Estado, Wellington Batista, entre outras autoridades.