Projeto do ProRural levou água e qualidade de vida para moradores do Sítio Gangungo

Especial Dia Mundial da Água – Projeto financiado pelo Governo de Pernambuco garante água a comunidade que sofria sem o recurso há 30 anos

Quarenta e uma famílias do Sítio Gangungo, distante mais de 16 quilômetros da sede do município de João Alfredo (Agreste pernambucano), têm muito que comemorar neste Dia da Água. A comunidade, que sofreu mais de 30 anos com a falta de desabastecimento, agora tem água garantida para o consumo humano e animal com projeto financiado pelo Governo de Pernambuco e pela Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (SARA), através do ProRural.

Com um investimento de aproximadamente R$ 25 mil, o problema da falta d’água para o consumo foi resolvido com a perfuração de dois poços artesianos, para atender às famílias assentadas numa área de 200 hectares. Ao todo, são 6 mil litros d’água por hora disponíveis para os moradores do local. Água suficiente e acessível para todos.

O assentamento Gangungo existe desde 1995, quando foi regularizado pelo Incra, mas as famílias residem na área há mais de 60 anos. “Naquela época, os agricultores percorriam a pé ou sobre o lombo de animais, entre oito e doze quilômetros, em busca de água em barreiros e pequenos riachos da região”, relembra o presidente da Associação, Severino Brito Barbosa, que passou 25 anos nessa rotina.

“Agora ninguém morre mais de sede. Temos água boa e em abundância na porta de casa”, festeja o agricultor Lucinaldo Barbosa, que diariamente transporta sobre o lombo de um jumento cerca de 80 litros d’água para abastecer as duas casas da família. No verão ele faz de três a quatro viagens até o poço.

Com água perto de casa, garantida para o consumo humano e animal, os agricultores dedicam mais tempo à atividade agrícola, pois não precisam mais percorrer aquelas longas distâncias em busca do produto. “A gente até aumenta a produção, porque fica mais tempo na lida, garante Lucinaldo. Na área, os assentados produzem feijão, milho, mandioca, fava e quiabo.