Técnicos do ProRural orientam comunidades indígenas e quilombolas sobre uso da água

Ação tem o objetivo de discutir a gestão dos recursos hídricos para a sustentabilidade dos projetos

Os técnicos do ProRural visitaram na última semana as comunidades indígenas do município de Ibimirim, no Sertão Pernambucano, para discutir a utilização da água proveniente dos projetos de abastecimento financiados pelo Governo de Pernambuco através do ProRural/SARA. A gestão dos recursos hídricos é discutida e acompanhada pelo órgão, de forma a dar maior sustentabilidade aos projetos e durabilidade ao investimento.

Na Associação GJNIK, do Grupo Jovem Indígena Nazários, do povo Kambywá, o encontro rendeu novas idéias que se transformarão em produção da agricultura familiar e em mais alimento para as famílias locais. A ideia que surgiu do grupo foi dar mais uma destinação a água que a comunidade já recebe de um poço perfurado pelo ProRural, permitindo a irrigação de pequenos plantios na cultura de frutas e hortaliças.

Para a beneficiária, Jucielma Rodrigues de Aquino, que vive da pensão deixada pelo marido e que nunca trabalhou fora de casa, poder utilizar a água para o plantio de pequenas hortas poderá proporcionar uma nova fonte de renda para as mulheres da comunidade. “Quero plantar alface, coentro, cebolinho para comer, mas se sobrar a gente pode até vender e ganhar algum dinheiro”, espera.

Na comunidade quilombola do Sítio Cacimba Nova, os técnicos conversaram com os moradores locais para discutir questões ligadas à gestão e uso do poço cacimbão que abastece a comunidade. Mas, além disso, os técnicos que trabalham o lado social dos projetos, acompanhados por técnicos da Unidade de Gestão Territorial do ProRural em Arcoverde, debateram sobre o funcionamento da própria comunidade e suas perspectivas de futuro a partir da utilização da água.